.

.

20 de julho de 2020

Paulista segue coletando os dados dos artistas para destinar benefícios da Lei Aldir Blanc

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura do Paulista segue coletando os dados dos artistas da cidade para distribuir os benefícios do auxilio emergencial no valor de R$ 600 reais, referente a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. O cadastro está sendo realizado através deste formulário de preenchimento online, não havendo a necessidade do comparecimento presencial ao órgão.

A verba a ser utilizada pela Lei vem do Fundo Nacional de Cultura, com recursos federais já aprovados. Ao todo, R$ 2.160.000 (dois milhões e 160 mil reais) serão repassados para Paulista. De acordo com a Lei, se enquadra como trabalhador da cultura: artistas, contadores de histórias, produtores, técnicos, curadores, trabalhadores de oficiais culturais e professores de escolas de arte e capoeira.

Em razão da pandemia do novo Coronavírus, o texto prevê o pagamento de três parcelas de R$ 600 para os trabalhadores da cultura. Os recursos também poderão ser usados como subsídios para manutenção de espaços culturais, desenvolvimento de projetos e, ainda, linhas de crédito.

PAULISTA PROMOVE DEBATE ONLINE PARA ESCLARECER DÚVIDAS SOBRE A LEI ALDIR:

Nesta terça-feira (21), a partir das 19h, a Prefeitura do Paulista através do Conselho Municipal de Política Cultural promove a primeira reunião pública sobre “A Construção do Fórum de Cultura e o Debate sobre a Lei Aldir Blanc. A iniciativa que vai acontecer no canal oficial do Conselho no Youtube vai servir como um amplo espaço de diálogo envolvendo todos os agentes culturais do município. 



Por: Francisco Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário