.

.

22 de agosto de 2020

Saúde do Paulista intensifica ação de combate à dengue e outras arboviroses

A Secretaria de Saúde do Paulista, através da Vigilância Ambiental, está intensificando o combate às arboviroses, como são conhecidas as doenças como dengue, zika, chikungunya. Na manhã deste sábado (22.08), 30 equipes de Agentes de Combate às Endemias visitaram várias residências no bairro do Janga.

Durante a iniciativa, os profissionais orientaram os moradores sobre as formas de se prevenir o mosquito e também aplicaram larvicida biológico em caixas d’águas e reservatórios e eliminaram os focos (em pneus, ou potes jogados no quintal, dentre outros). Além de distribuírem máscaras e telas para serem colocadas nas caixas d’águas.

Na Rua Comendador Manoel Figuerôa, um dos exemplos é o da diarista Raíssa da Silva disse que está fazendo a parte dela e toma todos os cuidados para evitar o foco da doença. “ Não deixo a água parada, mantenho as garrafas tampadas e sempre tudo limpo. Aqui em casa, graças a Deus ninguém teve dengue”.

Diferente da dona de casa Maria do Socorro Coelho que mesmo mantendo tudo tampado e organizado, ela pegou dengue. “Acho que o mosquito veio de outra casa porque procuro sempre não deixar nada com água parada. Tenho cuidado com minhas plantas. A prefeitura está de parabéns em visitar nossas casas e colocar os produtos”.

De acordo com o superintendente de Vigilância em Saúde do município Fábio Diogo, é importante que cada morador cuide de sua casa e que deixe o agente de endemias entrar nas residências. “ É preciso que haja uma parceria. Nós iniciamos a ação de eliminação de focos do mosquito pelo bairro do Janga por causa dos números de casos notificados. Além da atuação dos agentes durante a semana, nós teremos ações como essas aos sábados em cada bairro da cidade até o mês de dezembro”.

Nós estamos intensificando as visitas domiciliares para se evitar os casos de arboviroses. Durante esse período da pandemia do novo Coranavírus, as pessoas ficaram mais em casa e não procuraram um posto de saúde. Elas ficaram com medo de sair do isolamento e com receio de procurar uma unidade de saúde por causa da aglomeração e até da Covid-19. As equipes de saúde agora podem realizar as visitas domiciliares respeitando as normas sanitárias e por isso é importante a cooperação da população para que as equipes possam trabalhar de forma preventiva ao mosquito”.

“A nossa proposta é ter mais um dia da semana para fazer o combate às arboviroses. Então começamos neste sábado e vamos seguir todo final de semana. Nossas atenções estão voltadas tanto para o Coronavírus como também para dengue, zika e chikungunya. É uma ação de bloqueio importante com visitas, aplicação de larvicida, orientações e sanitização das ruas, nas áreas com maior incidência de casos notificados. A nossa meta é visitar 12 mil imóveis”, enfatizou a secretária de Saúde Fabiana Bernart.

A população pode entrar em contato com a Vigilância Ambiental do município através do telefone: 9.9942.1092 para solicitar visitas dos agentes de combate às endemias para combater algum foco do mosquito Aedes aegypti.

Segundo informações da Superintendência em Vigilância em Saúde, houve uma redução no número de casos notificados de dengue. Este ano, de janeiro até o início de agosto, o número foi de 1. 123. Neste mesmo período no ano passado foi de 2.504, uma diminuição de 44% de casos notificados na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário