.

.

5 de setembro de 2020

Mutirão de combate às arboviroses chega ao bairro de Paratibe


Dando continuidade ao trabalho de combate às arboviroses, como são conhecidas as doenças como dengue, zika, chikungunya, a Secretaria de Saúde do Paulista, através da equipe de Vigilância Ambiental, esteve na manhã deste sábado (05.09) no bairro de Paratibe. Ao todo, 30 agentes de combate às endemias visitaram cerca de 900 residências nas ruas onde há registros de incidências deste tipo de doença.

Durante a iniciativa, os profissionais orientaram os moradores sobre as formas de evitar a reprodução do mosquito e também aplicaram larvicida biológico em caixas d’águas e reservatórios para eliminar os focos de transmissão, além de distribuírem máscaras e telas para serem colocadas nas caixas d’águas.

A costureira Maria de Fátima da Silva, de 65 anos, destaca a importância da visita. “Acho excelente essa visita da secretaria, porque os agentes verificam onde pode ter ponto de reprodução, e nós acabamos nos prevenindo contra a dengue. Muitas vezes as pessoas estão com a dengue e confundem com a COVID-19. Minha irmã mesmo já pegou dengue, mas graças a Deus aqui em casa ninguém pegou”, concluiu.

De acordo com Frederico Barros, diretor de Vigilância Ambiental do Paulista, “estas ações estão sendo feitas de forma planejada, onde os agentes estão visitando os locais onde estão havendo notificações de casos de arboviroses no município. Já foram realizadas visitas nos bairros do Janga e Enseadinha”.

Frederico destaca ainda a importância da prevenção. “Os cuidados com a saúde são de extrema importância, e quando se trata do combate às doenças como dengue, zika e chikungunya não pode ser diferente. Faça a inspeção do seu imóvel, procure por possíveis pontos que possam acumular água, e caso haja a necessidade, entre em contato com a Vigilância Ambiental”.

A população pode entrar em contato com a Vigilância Ambiental do município através do telefone: 9.9981.0736 para solicitar visitas dos agentes de combate às endemias para combater algum foco do mosquito Aedes aegypti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário