.

.

2 de novembro de 2020

Pernambuco alcança a marca de 600 mil exames para Covid-19


Menos de um mês após atingir a marca dos 500 mil testes para detecção da Covid-19 realizados, Pernambuco ultrapassou, nesta sexta-feira (30), o patamar dos 600 mil exames processados, entre testes rápidos, sorologias e exames de biologia molecular (RT-PCR), anunciou o Governo do Estado.

Com a modernização do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PE), a ampliação do público prioritário para testagem e abertura de novos pontos de coleta de exames, foi possível realizar mais de 100 mil testes nos últimos 25 dias. 

Somente nas últimas 24h, mais de 5,9 mil amostras foram processadas. Agora, Pernambuco totaliza 605.030 testes para confirmação ou descarte do novo coronavírus realizados.

No final de agosto, após investimentos do Governo de Pernambuco, por meio da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), o Lacen-PE automatizou o processamento dos exames, ampliando em quatro vezes a capacidade. 

Ao todo, dos mais de 600 mil exames processados no Estado, 280 mil foram moleculares, do tipo RT-PCR, considerado o padrão ouro e que detecta a atividade viral em sua fase mais aguda, quando a carga de transmissão do paciente está mais alta. 

E, entre eles, 144 mil (51,5%) foram no Lacen-PE. Traçando um comparativo do incremento alcançado, em outubro, até a última quinta-feira (29), o Laboratório de Saude Pública já processou mais de 45,3 mil exames de RT-PCR para a Covid-19.

Esses 45,3 mil representam um aumento de 325% em comparação ao quantitativo de exames processados em abril (10,6 mil). Em maio, foram 26,7 mil testes. No mês de junho, 18 mil exames processados. Em julho, 29,1 mil testes rodados no Lacen. Em setembro, o Laboratório processou mais de 39,9 mil exames de RT-PCR. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário